Tour Natural | Costa Vicentina | 7 dias

Tour Natural Costa Vicentina 7 Dias

No Programa Natural na Costa Vicentina – a mais bem preservada zona costeira do Sul da Europa -, deambulamos entre patrimónios inesperados, costumes ancestrais e pessoas a descobrir: paisagens, circuitos pedestres, mares e falésias são o fundo do nosso quadro – um universo de cultura e de natureza autênticas.

Tema:
Caminhadas, Passeio de barco, Gastronomia Regional, Paisagem, Ateliers criativos, “Cante Baldão e Viola Campaniça”, Montado.

Duração e extensão:
7 dias, num total de cerca de 300 km.

Territórios:

Vila Nova de Milfontes, São Luís, Odemira, Cercal do Alentejo, Santa Clara-a-Velha, São Martinho das Amoreiras, Brejão*.

Inclui:
Refeições*, Alojamento, Acompanhamento por Intérprete de Património, Performances tradicionais, Ateliers criativos e transporte durante todo o programa.
*Consulte o programa completo para mais informações.

Impacto cultural
Esforço físico
Nível de conforto

2.160,00€ por participante

7 dias

As reservas estão sujeitas a validação de disponibilidade e opções.
Clique para solicitar a sua reserva.

Itinerário

Chegada a Vila Nova de Milfontes 

Transfer da estação ferroviária da Funcheira até Vila Nova de Milfontes.

Welcome food & drink com produtos regionais (pão, queijo, azeitonas, vinho).

Jantar livre em Vila Nova de Milfontes. 

Alojamento no “Branco de Cal” ou no “Naturarte”.

São Luís

Manhã
Passeio Pedestre Circular Rota Vicentina: São Luís foi sempre uma aldeia rica em recursos, recursos esses explorados em actividades como a mineração, a extracção da cortiça, a produção de madeira, a criação de gado… são todas estas actividades que vamos descobrir num percurso pedestre de 3,5 km

Almoço
Almoço no restaurante “Destilaria do Ferrador”.

Tarde
Em São Luís, reúne-se uma grande comunidade de artistas de múltiplas nacionalidades que vamos encontrar numa antiga retrosaria transformada em espaço cultural e artístico: no Ateneu 14, ocupamo-nos com um Atelier com materiais derivados da natureza – plantas, folhas, argila – criando peças únicas.

Jantar livre em Vila Nova de Milfontes.

Alojamento no “Branco de Cal” ou no “Naturarte”.

Odemira

Manhã
Passeio de barco desde Vila Nova de Milfontes até Odemira, pelo Rio Mira. Durante o percurso, ficamos a conhecer a história de vida da Dona São: foi nos anos 70, antes da existência da Ponte de Milfontes, que o seu pai começou a fazer a travessia do Rio Mira, transportando pessoas, animais, veículos e mercadorias, quer fosse Verão, quer fosse Inverno. Em 1990, a Dona São substituiu o seu pai neste ofício, e será ela que nos levará agora até Odemira.

Almoço
Almoço no restaurante “Bons Amigos”, restaurante típico com especialidade na boa gastronomia alentejana, tudo de fazer crescer água na boca.

Tarde livre para visitar a vila de Odemira, com destaque para a Igreja quinhentista da Misericórdia com um impressionante conjunto de pintura a fresco. Possibilidade de subir ao Cerro dos Moinhos Juntos e visitar ao moinho de vento construído em 1874 e, ainda hoje, em funcionamento.

(Opcional)

Atelier de artesanato com um artesão local da Associação de Artesanato do Concelho de Odemira e experiência da arte dos tapetes, da cestaria ou dos trabalhos de madeira.

Tarde
Lanche doce na loja “Chocolates da Beatriz”: num ambiente aconchegante, provamos os chocolates artesanais da Beatriz, natural da Argentina e com todo o saber-fazer chocolateiro daquele país. 

Jantar livre em Vila Nova de Milfontes.

Alojamento no “Branco de Cal” ou no “Naturarte”.

Cercal do Alentejo 

Manhã
No Cercal do Alentejo, inspiramo-nos no mar, na terra, nas cores do Alentejo para criar as nossas peças no Atelier de Tecelagem: em teares artesanais, utilizamos fios naturais de lã, algodão e trapo reciclado, seguindo a mestria do Carlos.

Almoço livre em Vila Nova de Milfontes.

Tarde
Tarde livre para conhecer o território ao ritmo de cada um, as pessoas, as praias…

Jantar livre em Vila Nova de Milfontes.

Alojamento no “Branco de Cal” ou no “Naturarte”.

Santa Clara-a-Velha e São Martinho das Amoreiras 

Manhã
Na pacata aldeia de Santa Clara-a-Velha, vive-se a pureza da mística alentejana. É esta aldeia que dá o nome à Barragem, o grande lago inesperado da imensa Serra do vasto concelho de Odemira. A partir daqui, fazemos um percurso pedestre de 10 km, dominado pela vegetação ribeirinha com acácias, mimosas, choupo, freixo, salgueiros, juncos e atabúas. Os agriões e o poejo atapetam os troços menos profundos do rio fora da época das cheias e os remansos mais profundos estão cobertos por nenúfares. Nos terrenos mais férteis, junto ao rio, há hortas e pomares de laranjeiras, figueiras e oliveiras. 

Almoço
No Santa Clara Country Hotel, aguarda-nos um cozido de grão à maneira típica da Costa Alentejana, com uma vista única e privilegiada para a Barragem de Santa Clara-a-Velha.

Tarde 
Dependendo da época do ano, Atelier Agrícola (apanhar medronhos, visitar uma destilaria, passear pelo montado), sempre ao ritmo do Alentejo!
Ou
Atelier de Ovos Bordados: antiga tradição da região que consiste em decorar ovos, bordando-os sem os quebrar, num trabalho de minúcia e utilizando materiais inesperados.

Jantar
Lanche-ajantarado em S. Martinho das Amoreiras, numa taberna típica, com performance de Cante ao Baldão e Viola Campaniça: uma tradição de cantares ao desafio que terá começado a ser praticado nos finais do século XIX no concelho de Odemira, estendendo-se para outros concelhos vizinhos no início do século XX.

Alojamento no “Branco de Cal” ou no “Naturarte”.

Brejão*

Dia completo
Um dia no seio de uma comunidade piscatória, na costa, na vila do Brejão: visitamos gente local (o atelier de uma ceramista, entre outros), a aldeia vizinha da Azenha do Mar e almoçamos entre a comunidade. Da parte da tarde, percebemos melhor o que é a vila e o trabalho dos pescadores em terra com a construção manual de utensílios e aparelhos para a pesca. Sempre perto do mar, despedimo-nos com frutos e vinho local na boca e na mão.

Partida 

Transfer para a estação de comboios da Funcheira – Vila Nova de Milfontes.

Condições

  • Programa realiza-se com o mínimo de 4 pessoas e até um máximo de 8.
  • Possibilidade de transfer desde ou para outros locais em todos os programas, com orçamentação própria.
  • Os preços apresentados são para quarto duplo, para quarto single acresce suplemento extra.
  • O programa poderá estar sujeito a alterações decorrentes da disponibilidade dos parceiros. A PHT compromete-se a informar destas alterações tão cedo quanto possível.
  • Reserva até 60 dias antes.

O programa do dia 6 (Brejão) não está incluído no valor do programa, tendo um custo adicional de 160,00€ por pessoa.

O que inclui/não inclui

Inclui
  • Welcome food & drink no dia 1;
  • Caminhadas no dia 2 e 5;
  • Atelier cultural e artístico no dia 2;
  • Passeio de barco no dia 3;
  • Lanche e prova de chocolates no dia 3;
  • Atelier de tecelagem no dia 4;
  • 1 dos ateliers propostos para dia 5;
  • Lanche-ajantarado e atuação exclusiva de “Cante Baldão e Viola Campaniça” no dia 5;
  • Almoços nos dias 2, 3 e 5;
  • Intérprete de Património durante todo o itinerário;
  • Transporte durante todo o programa;
  • Snacks com fruta fresca e água nos percursos pedestres;
  • Alojamento de 6 noites em quarto duplo com pequeno-almoço;
  • IVA à taxa legal em vigor;
  • Seguro de acidentes pessoais.
Não inclui
  • Voos;
  • Ateliers opcionais no dia 3;
  • Refeições não mencionadas no programa;
  • Despesas pessoais;
  • Seguro de viagem;
  • Programa dia 6 (ver condições).

Perguntas frequentes

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Conteúdo a mostrar/esconder

Rita Fialho Valente

Sendo Natural do Baixo alentejo (Serpa, Ficalho, partilho desde sempre com o Alentejo o meu dia-a-dia: acredito que toda esta herança deverá ser passada às gerações futuras, assim como também a quem nos visita. Haverá melhor forma de difundir um território do que conservar e divulgar as suas memórias? Pois é através da PHT que divulgo toda a memória e sabedoria do Alentejo. Sou Mestre em Museologia pela Universidade de Évora e tenho a Licenciatura em Conservação e Restauro pelo Instituto Politécnico de Tomar. Na PHT, exerço a função de Coordenadora de Touring Cultural e Paisagístico.

Resumo

Territórios

Vila Nova de Milfontes, São Luís, Odemira, Cercal do Alentejo, Santa Clara-a-Velha, São Martinho das Amoreiras, Brejão*.

ACTIVIDADES

Caminhadas, Passeio de barco, Gastronomia Regional, Paisagem, Ateliers criativos, “Cante Baldão e Viola Campaniça”, Montado.

ALOJAMENTO

Branco de Cal
Naturarte

Lotação e reservas

Mín: 4 | Máx: 8

Reservas até 60 dias antes

O Alentejo interior como nunca o viu

Entre numa viagem de conhecimento, sabores, cheiros e beleza natural.

Testemunhos

“Óptima! Gostei de tudo o que vi, bem documentado. Acabámos em beleza com cante alentejano.”

“Óptima apresentação por parte da guia, boa escolha dos monumentos.”

“Tudo muito bom. Gostei imenso. Enriqueceu-me muito culturalmente.”

“Tudo maravilhoso, gostei imenso. Não esquecendo da guia que nos esclareceu muitíssimo bem.”

“Era uma região que não conhecia. Gostei de tudo o que vi e oxalá possa cá voltar para ver mais coisas.”

“Tudo muito bom. Gostei. Boa explicação e organização.”

“Excelente! Excelente! Excelente! Parabéns. Para mim é um “sim”, como dizem os da RTP (talents).”

“Muito interessante e terei muito prazer em trazer pessoas para conhecerem.”

Consulte outras ofertas:

Subscreva a nossa newsletter

Fique a par de todas as nossas novidades e conheça as melhores tours, experiências e workshops da zona alentejana.

Poderá também ser dos primeiros a conhecer novas ofertas!

SUBSCREVER NEWSLETTER
Scroll to Top